História e memória

A reportagem veiculada pelo site BBC Brasil reforça o que sempre procuramos mostrar numa aula de história: para muitos, a história é rica em lembranças que carregamos ao longo de nossas vidas, por isso, ajuda e muito a trilhar a nossa identidade como sujeitos no mundo.

historia
Será que a história é coisa do passado apenas? Será que é só o presente que interessa? Qual é o valor do passado para você? Quais são as suas lembranças da infância? Definitivamente, um sujeito sem passado é como uma sombra sem dono, é uma pessoa sem identidade.

Link para a reportagem completa:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/01/140121_fazenda_nazista_sp_mv.shtml

Anúncios

O poder dos discursos

Adolf Hitler era muito inteligênte no uso da arte do discurso para conquistar multidões, alimentadas pelas dificuldades econômicas desde o final da Primeira Guerra Mundial e pela grande falta de esperança na democracia da década de 1920. Como resultado, o povo alemão foi arrastado para uma nova etapa de invasões e conquistas, resultando na Segunda Guerra Mundial e no genocídio de grupos étnicos que o nazismo perseguia.
Nos dois vídeos selecionados, ficam claras as intensões do líder alemão para com as crianças e jovens: formar o futuro soldado que o império precisava.

Vale lembrar que muitos na sociedade ainda utilizam dos discursos, da posição das câmeras e até mesmo de questões religiosas para conquistar pessoas para questões políticas, sociais e até econômicas. Os discursos podem mudar o mundo, basta saber o que falar no momento certo e, nesse ponto, o horário eleitoral é uma aula que muito político nos oferece!