Morre o inventor do controle remoto

Como estamos encerrando as aulas sobre invenções da Segunda Revolução Industrial, decidi procurar alguma reportagem sobre a morte de um importante inventor. Embora sua maior criação seja o controle remoto, ele fez parte de equipes que estudaram a criação de várias outras invenções que utilizamos na atualidade.

O inventor do controle remoto de televisão, Eugene Polley, morreu aos 96 anos, no estado de Illinois, nos Estados Unidos, de causas naturais, informou nesta terça-feira a empresa para qual ele trabalhava.

Polley criou em 1955 o “Flash-Matic”, dispositivo que utilizava impulsos de luz e sensores nos aparelhos de televisão para mudar de canal ou apagar a tela e “cortar os longos anúncios”, dizia um dos anúncios da época. Os sensores nas televisões na época podiam confundir estímulos e muitas vezes os canais mudavam involuntariamente em dias de sol.

O primitivo controle remoto, que progressivamente foi substituído por dispositivos que utilizavam ondas infravermelhas, fixou as bases do sedentarismo em frente à televisão, das disputas familiares, das mudanças de canal durante os intervalos e das brigas pela audiência. Hoje, as mudanças de emissoras é algo tão comum que o indivíduo passa horas vendo televisão mas não assiste a programa algum na sua íntegra, deixando de compreender ou refletir sobre a maior parte das coisas que assiste.

Zenith, a empresa onde Polley trabalhou, disse que o inventor morreu de causas naturais na cidade de Downers Grove, em Illinois, após 47 anos de carreira como engenheiro, período em que foi pioneiro em tecnologias de rádio, televisão e o criador do Vídeo Disc ( precursor do que agora é o DVD).

Polley, ao lado de Robert Adler, outro dos inventores do controle remoto, recebeu um prêmio Emmy em 1997 por ser o “pioneiro no desenvolvimento” do dispositivo.

Adaptado de:
http://economia.ig.com.br/empresas/industria/2012-05-22/morre-nos-eua-o-inventor-do-controle-remoto-de-tv.html

Anúncios

História do Videogame

O começo de tudo…

Ao que parece, o físico William Higinbotham, integrante do projeto Manhattan, responsável pela produção da primeira bomba atômica, foi o criador do Videogame, em 1958, mas inconsciente da importância de sua obra-prima ele não se preocupou em patenteá-la, portanto não foi oficialmente considerado inventor do videogame.

Em 1966, o engenheiro eletrônico Ralph Baer, alemão refugiado nos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, considerado hoje o pai dos consoles de games, vislumbrou a oportunidade de criar um equipamento que processasse jogos eletrônicos por meio de sua veiculação na televisão, com poucos recursos financeiros.

Isto ocorreu quando Baer trabalhava para a Sander Associates. Contando com a contribuição de seus amigos e companheiros de trabalho, o primeiro fruto de suas experiências foi o ‘chasing game’, elaborado em 1967, um rústico game de Ping Pong, no qual duas figuras no formato quadrado podiam ser manuseadas pelo competidor, e assim deslocadas ao longo da tela.

Seu inventor o patenteou logo em seguida e, um ano depois, expôs o primeiro modelo do videogame, designado de Brown Box, o qual consistia de disputas de futebol, vôlei e tiro. Portanto, não foi o modelo Atari o primeiro game a ser comercializado no mercado de videogames, mas sim este ancestral dos games.

A Magnavox, uma filial da Philips sediada na Holanda, imediatamente se dispôs a lançar para o público consumidor o primeiro console de videogame, intitulado Odyssey 100.

Primeiro Videogame. O teclado servia para um jogo que embaralhava as letras na tela e o usuário tinha que descobrir o que significava.

Primeiro Videogame. O teclado servia para um jogo que embaralhava as letras na tela e o usuário tinha que descobrir o que significava.

Porém, para os brasileiros história do videogame começa mesmo com a entrada no país dos consoles Atari, com jogos bem criativos, embora literalmente “quadrados”, na visão das crianças de hoje como podemos observar nas telas dos jogos abaixo:


Didi na Mina Encantada – do Videogame Odissey


Come Come – do videogame Odissey


Futebol – do videogame Atari

A evolução…

A melhoria da tecnologia neste tipo de produto ocorreu por volta de 1987 com a criação dos consoles Nintendo e Master System, trouxe gráficos inovadores, detalhados e personagens que até hoje fazem sucesso, como Mário Bros e Sonic.

Deste primeiro console aos Nintendos, PlayStations e Xbox de hoje, este filão produtivo converteu-se, em princípios do século XXI, em uma empresa extremamente rendosa, captando assim grandes investimentos, que lhe permitem competir com a esfera cinematográfica graças ao uso de mídias de grande capacidade de armazenamento, como os cds, dvds e (atualmente, com o Playstation 3) o blue-ray.

A história contada por alguns jogos como os títulos das séries Ninja Gaiden, Gears of War, Final Fantasy e Metal Gear Solid não ficam devendo em qualidade para muitos filmes lançados atualmente. Ainda falando de cinema e videogames, com o advento dos jogos utilizando vídeos e sons cada vez mais complexos aproximaram essas duas formas de contar histórias como é possível ver na série Resident Evil: nasceu nos videogames, fazendo muito sucesso e, após alguns anos, estreou nas telas do cinema com grande aceitação do público também.

Acima, uma cena de Resident Evil. Foi aqui que tudo começou…


Acima, Final Fantasy VII – Playstation. O jogo fez grande sucesso ao unir jogo e cenas de animação por computador

Hoje, as empresas vem buscando atrair um público ainda distante dessa diversão eletrônica com acessórios de movimento, como o Kinect para o XBOX 360 e o PSMove para Playstation 3, tornando os jogos mais interativos e dinâmicos.

Abaixo, apresentamos alguns consoles que fizeram história para muitos velhos jogadores.

ODISSEY (1972)

ATARI (1977)

NINTENDO (1985)

MASTER SYSTEM (1986)

MEGA DRIVE (1989)

PC ENGINE(1987)- primeira experiência no uso de cd (compact disc)para armazenar jogos.

SUPER NINTENDO (1991)

NINTENDO 64 (1996)- último console a usar cartuchos para armazenar os jogos.

PLAYSTATION (1995)

Fonte:

Os textos foram adaptados com base nos sites abaixo:

http://www.infoescola.com/curiosidades/historia-do-videogame/

http://oikram.wordpress.com/games/odissey/

http://nadave.net/2009/04/os-10-melhores-consoles-da-historia/